Informação acerca de Cookies Termos de uso e Privacidade

O CONTROLO É NOSSO

O BEM ESTAR É SEU

São um grande foco de transmissão de doenças, pelo que a sua presença em determinados estabelecimentos, nomeadamente alimentar, torna-se inaceitável. Alguns mosquitos com as suas picadas sobre a pele exposta, podem ser um verdadeiro incómodo em muitas partes do mundo.


A RATATUI tem estratégias eficazes e seguros para o seu controlo e extermínio. 
Sinais da sua presença:

 • Presença de insectos vivos ou mortos

 • Larvas

 • Pequenas manchas em tom amarelado (excrementos)

BARATAS

COMO ENTRAM?
• Passando por baixo das portas;

• Subindo pelas paredes e coberturas;

• Pelas canalizações e esgotos.

ONDE PODEMOS ENCONTRÁ-LAS?

• Locais quentes e húmidos ( terrenos abandonados, depósitos de lixo);
• Redes de esgotos;
• Atrás de mercadorias;
• Casas e edifícios.


COMO SABER SE JÁ ENTRARAM?

• Odor distinto e bastante desagradável que permanece nas superfícies;
• Dejetos escuros deixados por onde passam;
• Visualização de rastejantes vivos.


RISCOS ASSOCIADOS ÀS BARATAS

• A propagação de doenças (salmonelas, febre tifoide, gastroenterite, eczema, asma, entre outras);

• Contaminação de alimentos;
• Reclamações de clientes e colaboradores;
• Risco de processos legais.


SABIA QUE...
• Há cerca de 4 000 espécies de baratas.

• As baratas são extremamente resistentes, na medida em que conseguem sobreviver um mês sem comida e uma semana sem água.
• Quando se sente ameaçado, este animal emite um odor muito desagradável.

• Apesar de se esconderem durante o dia, é à noite que estes animais saem tanto à procura de alimento,como de parceiros para reprodução.


FORMIGAS

COMO ENTRAM?

• Por baixo das portas;

• Subindo pelas paredes e coberturas.

ONDE PODEMOS ENCONTRÁ-LAS?

• Lixeiras;
• Esgotos;
• Debaixo de lajes ou placas de pavimentos;
• Casas de banho e armários.


RISCOS ASSOCIADOS ÀS FORMIGAS

• Apesar de parecerem inofensivos, estes seres podem representar um perigopara a saúde porque, ao procurarem alimento em locais como lixeiras, esgotos,animais mortos, feridas, fezes, podem facilmente transmitir várias doençasinfeciosas (gastroenterites, diarreias, vómitos, entre outras).



SABIA QUE...

• Há cerca de 15 000 espécies de formigas identificadas no nosso planeta, existindo há 100 milhões de anos.

• Em média, uma rainha vive 14 anos sempre no formigueiro a por ovos. Após acasalarem com a rainha, osmachos morrem.
• As formigas comunicam entre si através de feromonas. Estas, assim que encontram alimento, deixam umrasto desta mesma substância até ao formigueiro, traçando, desta forma, um caminho.

• Estes seres são extremamente interessantes, na medida em que se organizam por tarefas: a de obreira, ade soldado, a de operário e a de rainha.

COMO ENTRAM?

• Por baixo das portas;
• Pelas cavidades nas paredes e coberturas;

• Subindo paredes, cabos e canalizações;

• Por poços de elevador;

• Grelhas de arejamento.


ONDE PODEMOS ENCONTRÁ-LAS?

• Atrás de mercadorias/paletes empilhadas;
• Junto a derrames e alimentos desprotegidos;
• Locais que lhe proporcionem abrigo e alimento.

COMO SABER SE JÁ ENTRARAM?

 • Excrementos;

• Pegadas e outras marcas;

• Orifícios e danos causados pelos roedores;

• Odor característico;

• Visualização de roedores vivos;

• Manchas de gordura causadas pela passagem do seu corpo.





SABIA QUE...

• Os ratos domésticos têm 7-8 ninhadas por ano, cada uma com 4-16 ratos;
• As ratazanas têm 3-6 ninhadas por ano, cada uma com 10 ratos

.• Em condições ideais, um único casal de ratos domésticos pode ter uma prole de 2,000 ratos. Um casal de ratazanas poderá ter até 800.

POMBOS

Alimentam-se de sementes, verduras, restos domésticos dentro e à volta das cidades, perto dos locais de descanso e de pernoita.

Nidificam em parapeitos, tendo uma grande capacidade de adaptação e reprodução. São portadores de vários organismos que colocam em risco a saúde pública.

Além disso as suas fezes tornam-se um grande problema nas grandes cidades.