“Marcar a diferença pelo rigor, dedicação e eficácia”

A Ratatui é “Empresa Gazela” pelo 3º ano consecutivo, assumindo-se uma empresa jovem que, num curto espaço de tempo, apresentou um crescimento sustentado e que quer continuar o rumo da expansão nacional, de forma a abranger todo o território, como conta Ivan Brás, Administrador, em entrevista à Revista Business Portugal.

Explane a história da criação da empresa. Da panóplia de serviços que disponibilizam, quais os que destaca?

A Ratatui é uma empresa prestadora de serviços de controlo de pragas e desinfestação, fundada em 2012, em Leiria, com o objetivo de preencher uma lacuna existente no mercado. Somos especialistas no controlo de diversos tipos de pragas, nomeadamente roedores, insetos rastejantes e voadores. Temos vindo a especializar-nos em outros tipos de pragas, como as térmitas e o caruncho, apostando na formação contínua dos nossos técnicos e colaboradores.

Sabemos que esta é uma empresa que também se dedica à comercialização de produtos. De que tipo de produtos estamos a falar? Qual a sua utilidade?

No decorrer da nossa atividade, constatámos que os nossos clientes valorizavam a existência de um fornecedor mais completo que colmatasse diversas necessidades. Desta forma, apostámos na comercialização de produtos de higiene e limpeza com um maior foco em clientes da área de restauração. Face à grande aceitação do mercado, arriscámos na criação de uma linha própria destes produtos. Atualmente, dispomos de uma ampla gama de produtos como embalagens take-away e descartáveis, utensílios e máquinas, produtos consumíveis, entre outros.

A Ratatui foi a primeira empresa de Leiria a ser certificada pela CEPA e, atualmente, conta com mais duas certificações. O que é que tem sido feito neste sentido?

A Ratatui sempre primou pela qualidade dos serviços oferecidos ao cliente. Por esse motivo, foi para nós essencial a obtenção das certificações CEPA e IS0 9001, de forma a garantir o rigor e eficácia dos serviços e produtos que disponibilizamos aos nossos clientes. Face à crescente preocupação ambiental a que temos assistido nos últimos anos, consideramos crucial que as empresas sejam ambientalmente responsáveis. Na Ratatui, temos consciência do impacto que a nossa atividade tem no meio ambiente e, por esse motivo, fez todo o sentido para nós a obtenção da certificação ambiental ISO 14 001. A obtenção desta certificação foi especialmente desafiante devido à sua natureza minuciosa que nos obrigou a efetuar alterações nos processos internos, nomeadamente na procura de fornecedores e produtos mais ecológicos e na forma como manuseamos e encaminhamos os resíduos resultantes da nossa atividade.

Em 2021, para além de terem sido eleitos como “PME Líder”, foram também eleitos “Empresa Gazela” pelo 3º ano consecutivo. Que comentário lhe merece esta distinção?

Os últimos dois anos foram particularmente desafiantes para as empresas nacionais. A conjuntura económica não foi favorável ao crescimento e assistimos ao encerramento de muitas empresas. O ano de 2020 foi impactante principalmente para empresas de restauração, que representam grande parte dos clientes da Ratatui.

Ainda assim, não deixámos de estar ao lado dos nossos clientes neste período, apresentando novas soluções para os problemas que iam surgindo. Só desta forma nos foi possível continuar a crescer e também ajudar os nossos clientes a crescer neste período. Por estes motivos é para nós um grande orgulho obter estas distinções, enquanto PME Líder e Empresa Gazela, provando a nós mesmos que conseguimos prosseguir com a dedicação e empenho que empregamos no nosso trabalho diário.

Sobre o futuro da Ratatui, o que nos pode revelar?

A Ratatui encontra-se em crescimento e em fase de expansão. Atualmente, contamos com três franchisings em território nacional (Santarém, Lisboa e Cercal do Alentejo) e um em território internacional (São Tomé e Príncipe). Faz parte dos nossos objetivos continuar com a expansão nacional, de forma a abranger todo o território e, quiçá, internacional. Adicionalmente, pretendemos ser uma empresa dinâmica e em constante atualização da nossa oferta. Os novos desafios são o que nos motiva a tentar chegar mais além e não baixar os braços.

Entrevista concedida à Revista Business Portugal, divulgada na edição de Julho de 2022.